2210_LUTO_SITE_Blog 2_OUTUBRO ROSA

Outubro Rosa. Por que o manifesto é tão importante

A cada ano, mais de 60 mil mulheres são diagnosticadas com câncer de mama. No Outubro Rosa, a disseminação sobre a prevenção da doença ajuda a salvar vidas. Confira dicas!

Na década de 90, nos Estados Unidos, surgiu o movimento Outubro Rosa, o mês da conscientização sobre a importância de prevenir e fazer o diagnóstico precoce do câncer de mama. De lá para cá, o manifesto tomou corpo e tornou-se global. E por que isso aconteceu? Porque, a cada ano, muitas vidas são derrotadas pela doença.

No panorama do Brasil, o câncer mamário é o mais comum e o que causa mais mortes entre as mulheres, segundo o Instituto Nacional de Câncer. Neste ano, o instituto estimou a ocorrência 66 mil casos, sendo 99% em mulheres. Por consequência, filhos perdem suas mães, maridos tornam-se viúvos e a falta de alguém traz grande pesar para muitas famílias.

Com o manifesto do Outubro Rosa, o viver ganha novas perspectivas, pois informações importantes, principalmente sobre prevenção, são disseminadas. E o resultado do diagnóstico precoce pode ser o caminho para a cura. Também, a atmosfera cor-de-rosa ganha espaço para reforçar as mensagens da campanha. Lacinhos são distribuídos em massa, iluminações da cor são instaladas em fachadas e empresas adotam o tom em todos os seus canais de comunicação, para mostrar o motivo pelo qual unir esforços vale à pena.

Nós, da Luto Curitiba, participamos com força total do Outubro Rosa. Por isso, queremos que saiba como identificar o câncer de mama ou como vencê-lo. Confira abaixo as nossas dicas essenciais!

Em primeiro lugar: faça o autoexame para o Diagnóstico Precoce

São várias as maneiras de obter o diagnóstico precoce. Você pode iniciar a sua jornada com o autoexame de mamas. Com ele, é possível identificar se há algum caroço fixo e endurecido, do tipo que indica o risco de câncer de mama.

Mantenha a frequência de visitas aos seus médicos. Geralmente, ginecologistas e oncologistas solicitam exames importantes, tais como: mamografia, ressonância magnética e ultrassom; uma vez por ano.

Atualmente, existem exames de ponta que evidenciam a sua predisposição genética para o câncer. Marque uma consulta com um médico geneticista para conhecer o seu DNA.

 

 

Rumo à cura

Se você já estiver vivenciando o câncer de mama precisa manter-se saudável. Fique longe de cigarros, bebidas alcoólicas e alimentação tóxica.

Fazer exercícios físicos é essencial para você permanecer forte, pois os tratamentos, como a quimioterapia, trazem fortes efeitos colaterais. Para cuidar da sua saúde mental, procure realizar atividades prazerosas.

Realize um tratamento multidisciplinar. Além de frequentar o seu oncologista, procure um nutricionista e um psiquiatra ou psicólogo.

Se a mastectomia for a melhor indicação médica não hesite em realizá-la. Os procedimentos cirúrgicos estão cada vez mais avançados e incluem soluções estéticas.

Com esperança, vontade de viver e os cuidados certos, você pode contar um final feliz, de cura e muita saúde!

Na corrente do Outubro Rosa

Assim, como nós, faça parte da corrente do Outubro Rosa. Esteja em dia com a sua saúde e com as atitudes de prevenção do câncer de mama. Comece agora, compartilhando este texto nas suas redes sociais. Vamos espalhar o bem! 😀

Não perca nossos conteúdos!

Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Compartilhe