Natal e Ano Novo: como lidar com a saudade?

Natal e Ano Novo: como lidar com a saudade?

O período que compreende o Natal e o Ano Novo é sinônimo de felicidade para muita gente. É o tempo de reencontrar amigos, reunir a família e celebrar a vida. Mas essa não é uma regra.

Para algumas pessoas, a aproximação das festividades costuma ser um momento delicado. Quem passou por uma perda significativa, recentemente ou não, pode se sentir mais melancólico e solitário. A dor da ausência se torna clara e o desejo de ter a companhia daquele que partiu aumenta.

Há uma expressão inglesa que define esse sentimento: holiday blues. É a tristeza que aparece em datas comemorativas, como as festas de fim de ano e aniversários. Eventos como esse geralmente vem acompanhados de uma grande lista de afazeres e muita interatividade social. Para quem se encontra mais introspectivo, ter de encarar essas situações pode ser altamente estressante e até impactar quem sofre com quadros de depressão ou ansiedade.

Leia: Como enfrentar a morte e lidar com a perda de um ente querido

Dicas para aproveitar o momento

O primeiro passo para aproveitar esse momento é entender que você não precisa aceitar todos os convites. Priorize aqueles com os quais você mais se identifica e preza pelas companhias. Ficou cansado (a) e decidiu mudar os planos? Está tudo bem. Não exceda os seus próprios limites. O ideal é buscar equilíbrio e viver cada experiência respeitando seu próprio tempo.

Tenha em mente que o seu ente querido, seja quem for, gostaria que você fosse feliz e continuasse desfrutando do que a vida tem a oferecer. Por isso, adote novas tradições. Por exemplo, ao invés de fazer a comemoração na casa de alguém, que tal se reunir em um restaurante que todos os convidados gostam?

Encontrar formas de homenagear também pode ser um meio de processar a perda e honrar a memória da pessoa amada. Você pode falar sobre as experiências que viveram juntos, realizar doações em nome dela ou até criar pequenos rituais que poderão ser repetidos ao longo dos anos.

Participe apenas se sentir confortável

As festividades de final de ano podem ser um tanto quanto pesadas para quem acabou de perder um ente querido ou passou por algum outro tipo de perda significativa (divórcio e desemprego, por exemplo). Ainda que amigos e familiares convidem para as celebrações, você não precisa participar caso não se sinta preparado(a).

Em um processo de luto, há aqueles que preferem ficar perto de pessoas próximas e outros que se sentem mais confortáveis sozinhos. Independente da personalidade, o importante é fazer o que sentir vontade e não fingir que está tudo bem apenas para agradar os demais. Conectar-se consigo mesmo através da meditação e oração podem ajudá-lo(a) na tomada de decisões.

Não reprima os sentimentos

Se você decidir participar das festas, não se sinta na obrigação de conter os sentimentos que podem aparecer nessas ocasiões. Cada indivíduo reage à perda de forma particular e não existe “certo ou errado” diante dessas situações. Ocasiões como Natal e Ano Novo podem ser fundamentais para dividir emoções e relembrar os bons momentos vividos ao lado do ente querido.

Lembre-se: reprimir o que está sentindo não é a melhor maneira de minimizar o sofrimento, muito pelo contrário. Essa atitude pode ser um obstáculo na elaboração do luto saudável.

Conheça os 9 tipos de luto.

Procure ajuda especializada

Se a saudade tomar conta durante as festas de final de ano e estiver difícil de suportá-la, procure ajuda de um profissional especializado em saúde mental. O acompanhamento psicológico é indicado para pessoas de todas as idades e pode auxiliar, por meio do diálogo e das ferramentas adequadas, na elaboração do luto.

Leia mais: como lidar com a perda de um ente querido?

Se você é familiar ou amigo de um enlutado

Conviver com alguém que acabou de perder uma pessoa especial pode ser um grande desafio. Afinal, cada um tem uma maneira de lidar com a tristeza e nem sempre conseguimos compreender o que o outro está sentindo. Por isso, a empatia é o segredo para ajudar o enlutado a passar por esse período de forma mais leve. Confira mais algumas orientações:

– Ouça sem julgamentos

– Coloque-se à disposição para ajudar no que for preciso

– Não force a participação em celebrações

– Tenha paciência para enfrentar as mudanças de humor

– Disponibilize um tempo de qualidade

Acesse o eBook: Viver o luto para superar a dor

Por fim, permita-se sentir alegre e viver o presente. Quanto mais se prolonga a culpa, mais difícil é aceitar o luto e seguir em frente. Reflita sobre o seu futuro e as oportunidades que o próximo ano guardam para você. Nós  garantimos: dias melhores virão.

Aproveite para proteger sua família com os planos da Luto Curitiba. Entre em contato com um de nossos consultores pelo telefone 0800 041 8021 ou pelo WhatsApp (41) 3514-3514.

Não perca nossos conteúdos!

Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email