por-que-aprender-tem-tudo-a-ver-com-qualidade-de-vida

Por que aprender tem tudo a ver com qualidade de vida?

A vida é uma fonte inesgotável de experiências e proporciona todos os dias uma oportunidade de aprender algo novo. No entanto, por termos rotinas atribuladas e inúmeras formas de distração – como o celular –, acabamos deixando nosso próprio desenvolvimento de lado.

Vale lembrar que esse é um grande erro: o aprendizado contínuo é essencial para todo indivíduo e isso independe da idade. Confira o porquê.

Conheça os motivos

O cérebro, assim como os músculos, precisa ser exercitado continuamente. Se não o alimentarmos com estímulos, no futuro suas funções poderão ser comprometidas. Por isso, é necessário trabalhar para manter sua mente ativa.

Você pode inserir pequenas ações em seu cotidiano para quebrar a monotonia e sair do pensamento automático. Atividades simples, como caça palavras, sudoku, palavras-cruzadas ou xadrez são verdadeiras ginásticas para o cérebro e auxiliam na geração de novas conexões neurais.

O poder da Leitura

A leitura também carrega um papel indispensável e, diferente do que muitos pensam, não se resume a devorar livros técnicos. Gibis, revistas e jornais tem papel tanto informativo quanto de entretenimento. O importante é não deixar que esse hábito se perca nas mensagens nas telas de tablets e smartphones.

O hábito de ler está diretamente associado à saúde mental a curto, médio e longo prazo. Segundo artigo publicado pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), a leitura tem o poder de proteger o cérebro contra doenças neurodegenerativas como a demência e o Alzheimer, pois aumentam as conexões neurais. Além disso, pessoas que leem frequentemente estão propensas a desenvolverem outras competências e habilidades:

  • Melhora a escrita e a capacidade de escuta
  • Estimula a criatividade
  • Expande o vocabulário
  • Contribui para a formação de senso crítico
  • Desenvolve o raciocínio lógico
  • Auxilia no autoconhecimento

Como já dizia Bill Gates “É claro que meus filhos terão computadores, mas antes terão livros”.

Saiba também: Como cuidar da saúde mental após a morte de um ente querido?

Os benefícios de ter um hobby

Praticar algum esporte, tocar um instrumento musical, fotografar, cozinhar, cantar, fazer artesanato, aprender um novo idioma… são alguns exemplos de atividades que podem ser consideradas como hobbies e têm o propósito de ser uma “válvula de escape” da correria do cotidiano. Afinal, todo mundo necessita de um momento para se desconectar do trabalho e fazer o que lhe dá prazer.

Por mais que você ame o seu trabalho, é fundamental ter momentos de pausa para esvaziar a mente e recarregar as energias. Para isso, nada melhor do que reservar um tempo na rotina para cultivar um novo hobby e, consequentemente, melhorar a qualidade de vida. Não se esqueça que essa atividade precisa ser prazerosa, fazendo-o se sentir feliz e ajudando-o a fugir um pouco das responsabilidades. Descubra quais são as 6 vantagens de ter um passatempo:

1- Adquire conhecimento

2- Diminui o estresse

3- Melhora a saúde física e mental

4- Previne doenças como ansiedade e depressão

5- Aumenta a autoconfiança e autoestima

6- Leva a um estado de atenção plena

Caso ainda não tenha descoberto o que você mais gosta ou não tem se sentido motivado para realizar algo novo, busque apoio psicológico para desenvolver o autoconhecimento e entender o que pode estar por trás dessa falta de vontade.

Cultive relacionamentos

O convívio social é uma das melhores formas de aprendizagem. Você já observou que cada um que passou e ainda passará por nossas vidas tem algo a nos acrescentar? Os ensinamentos dos pais/responsáveis, avós, professores, amigos, colegas de trabalho, chefes, vizinhos, cônjuges e até mesmo de estranhos contribuem para a construção de nossos valores, colaborando com o nosso crescimento e abrindo diversas portas.

Independente dos altos e baixos existentes em toda e qualquer relação, os laços sociais permeiam a vida em todas as fases e são de grande importância para o bem-estar, em todas as suas dimensões. Cultivar afetos é aprender, ensinar e ter sempre com quem contar.

Leia mais: Quais sãos os benefícios da tecnologia para a terceira idade?

Você aprendeu algo novo hoje?

Nós já demos dicas básicas, como ler um livro ou praticar palavras-cruzadas, mas isso não é tudo. Existem muitas maneiras de estudar de forma gratuita e com a ajuda de instituições renomadas.

A internet é um universo vasto que, se for bem explorado, pode até resultar em uma nova carreira, tudo depende do seu nível de dedicação. Algumas organizações conhecidas, como o SESI e SEBRAE, oferecem cursos gratuitos e, em alguns casos, até disponibilizam certificados.

O programa Carreta do Conhecimento é uma oportunidade de se profissionalizar sem pagar nada. A iniciativa desenvolvida pela Secretaria da Justiça, Família e Trabalho, em parceria com o Senai e Volkswagen leva cursos em unidades móveis para 36 localidades do Paraná. Panificação, Confecção, Instalações Elétricas e Mecânica Industrial são alguns dos cursos disponíveis. Clique aqui para saber mais.

O Youtube certamente é dos maiores portais de conteúdo do mundo e se você acha que ele apenas serve para lazer, está enganado (a). Ultrapassando a camada de vídeos populares, é possível descobrir canais com uma linguagem acessível e que tratam de temas que vão da filosofia à jardinagem.

Nunca é tarde para aprender e uma prova disso é que as faculdades têm recebido alunos cada vez mais maduros. A Universidade Federal do Paraná (UFPR), por exemplo, organiza a Universidade Aberta da Maturidade. O projeto aceita alunos acima de 60 anos interessados em descobrir como aproveitar melhor essa etapa da vida. O processo seletivo é semestral e todas as informações estão disponíveis no site da iniciativa.

E não precisa ser monótono. Se você é uma pessoa que adora esportes, que tal conhecer uma modalidade que nunca experimentou? Além de fazer bem para a sua saúde física, ainda há ganhos no campo social, já que o novo círculo pode gerar amizades valiosas. Muitas prefeituras disponibilizam espaços abertos para a prática e até mesmo aulas a preços acessíveis.

Em Curitiba, por exemplo, existe o Curitiba em Movimento, uma iniciativa da Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude que oferece gratuitamente 53 modalidades esportivas para a população. O cadastro para as atividades é realizado de forma totalmente online e, assim que uma vaga estiver disponível, o cidadão pode agendar sua avaliação física no Centro Esportivo escolhido. Durante a pandemia, as aulas foram suspensas, mas desde julho estão retornando de maneira flexibilizada. Para saber mais, acesse o site da prefeitura ou envie um e-mail para: smelj@curitiba.pr.gov.br.

Quanto mais você aprende, maior é a sua capacidade de compreender e se relacionar com o mundo. Dessa forma, sua autoestima, bem-estar e qualidade de vida aumentam. Aproveite as nossas dicas!

Não perca nossos conteúdos!

Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email