53124182 - young friends hanging social media concept

Como aproveitar melhor as redes sociais?

Desde que a combinação celular e redes sociais surgiu, ficou difícil se manter longe da telinha. Parece que a todo momento há uma notícia nova que precisa ser lida, uma foto a ser compartilhada e um vídeo a ser curtido. As informações surgem a todo o momento e cada segundo que passamos desconectados representa mais um assunto do qual não teremos conhecimento.

Se identificou com essa angústia? Saiba que você não é o(a) único(a) a se sentir assim. Um artigo do The Atlantic mostra que o uso das redes sociais tem sido um dos catalisadores de transtornos mentais, como a ansiedade e a depressão.

Por que as redes sociais podem ser um problema?

A internet fornece acesso à diferentes tipos de vida, comportamento e possibilidades de consumo. Se compararmos a nossa vida com a de uma celebridade ou um influenciador, por exemplo, tudo parece ter menos cor, é mais difícil ou desinteressante. Como no ditado, “a grama do vizinho é mais verde”.

À medida em que o sentimento de inferioridade cresce, as fronteiras entre o que é real e o que é aparência diminuem. Esquecemos, então, que aquilo que é exposto representa um recorte da vida de alguém. A perfeição não existe, todos lidam com problemas, em maior ou menor grau.

O que fazer para mudar?

As redes sociais não trazem apenas sentimentos negativos. Nelas, é possível encontrar motivos para se inspirar e tornar a sua vida mais feliz.

Primeiramente, entenda qual o tipo de conteúdo costuma te deixar deprimido ou ansioso. Às vezes, é algo que você vê em perfis de desconhecidos, ou até de familiares e amigos. Investigue a fundo o que causa esse incômodo e tente entender por qual razão isso acontece. Experimente também parar de seguir essas publicações.

A segunda etapa é dedicar sua atenção ao que te faz bem, como hobbies e paixões. Comece a alimentar suas redes com esses interesses, seguindo pessoas que falem sobre isso e que o incentivem a buscar novas formas de fazer algo que você já ama. Busque comunidades dedicadas ao tema e aproveite para conhecer quem compartilha ideias parecidas. No meio dessa pesquisa você pode descobrir outras razões para se manter motivado, dia após dia.

Aproveite e siga as redes sociais da Luto Curitiba: Facebook | Instagram | LinkedIn | Youtube | WhatsApp

Por fim, entenda que o mundo não se resume às trocas online. Viva o aqui e o agora. E fique tranquilo(a): as mensagens podem esperar.

Não perca nossos conteúdos!

Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email