Golden ribbon on color background. Children cancer concept

Setembro Amarelo: entenda o que é a campanha

A saúde mental tem sido pauta de inúmeros veículos nas últimas décadas. E não é para menos: dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam o Brasil como o país com o maior número de pacientes com ansiedade entre as Américas e  os números não se atêm aos indivíduos na fase adulta da vida. Os índices em crianças e adolescentes é crescente, exigindo tanto a atenção dos pais como dos próprios jovens.

Além da ansiedade, os diagnósticos relacionados a depressão, bipolaridade, borderline, síndrome de burnout e esquizofrenia têm se tornado frequentes. Esses quadros nem sempre são tratados, levando a medidas extremas, como o suicídio.

Conheça a campanha 

O Setembro Amarelo foi criado em 2015 pela parceria entre o CVV (Centro de Valorização da Vida), o CFM (Conselho Federal de Medicina) e a ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria). O mês foi selecionado por marcar o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio, datado em 10 de setembro.

O propósito da ação é integrar entidades, instituições de ensino, setores da saúde, organizações públicas e privadas para a conscientização do tema e a necessidade de políticas que favoreçam o tratamento de quem se encontra nessa situação.

Segundo a OMS, nove em cada dez mortes por suicídio podem ser evitadas. Por isso, desmistificar o tabu em torno do suicídio e das doenças relacionadas é urgente. Afinal, com informação adequada, apoio e acompanhamento profissional, é possível superar esse momento. Para saber mais sobre a campanha, clique aqui.

Não perca nossos conteúdos!

Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email